México Segundo os Brasileiros - Oaxaca.

Entrevista - Oaxaca


Oaxaca (leia-se Oarraca), é um dos trinta e um estados, juntamente com a cidade de México, a formar os Estados Unidos Mexicanos. Sua capital e maior cidade é Oaxaca de Juarez. Situa-se na região sudoeste do país, limitado a norte por Puebla e Veracruz, leste Chiapas e ao sul pelo oeste do oceano Pacífico, com Guerrero. Com 93,757 quilômetros quadrados é o quinto maior estado -atrás Chihuahua, Sonora, Coahuila e Durango e 3,967,889 habs., em 2015, o nono mais populoso, atrás do Estado do México, Veracruz, Jalisco , Puebla, Guanajuato, Chiapas, Nuevo Leon e Michoacan. Foi fundada em 21 de dezembro de 1823.

Formada por uma composição de mais de 16 grupos étnicos. É o estado de maior biodiversidade do México. 1431 espécies de vertebrados, de que 736 são aves conhecidos. plantas vasculares, endemismos entre 1% e 57% (méd. 8,3%). Por exemplo, só no estado de Oaxaca há mais espécies de aves do que nos Estados Unidos.

"Oaxaca é considerada a área de complexidade geológica do México" por causa de seu caráter como zona altamente sísmica. Terremotos atingiram magnitudes de 8,5 graus na escala Richter, que é considerado como um terremoto. Como parte da riqueza deste geologia estado sulista determina a existência de regiões muito diferentes, com flora e fauna entre os mais ricos no México. (Wikipédia)





1 –V.E.M.M:  Nome completo, idade.

Carol Matsusaki, 30 anos





2 – V.E.M.M: Como veio parar aqui no México, na cidade de Oaxaca?

Eu e meu companheiro somos nômades, trabalhamos pela internet enquanto viajamos. Depois de viajar pela Ásia e Europa por 1 ano, resolvemos vir para Oaxaca passar uma temporada e descansar nossos corações. ;) Em 2014 fizemos uma viagem pelo México e caímos de amores por essa cidade, prometemos que um dia íamos voltar e aqui estamos nós.





3 –V.E.M.M:  O que mais gosta da cidade?

Putz, lá vai uma lista gigante. Gosto do fato de Oaxaca ter a atmosfera de uma cidade pequena e a agitação cultural de uma cidade grande. Toda semana tem algum show gratuito, exposições, eventos, teatro, cinema, calendas. É uma cidade de artistas. As ruas são muito convidativas, é ótimo para se viver ao ar livre, tem bastante banco e lugar para ficar sentado contemplando a vida e tomando uma nieve de leche quemada com tuna. Oaxaca está num vale rodeado de pueblitos a poucos quilômetros de distância, então é bem fácil sair da cidade para conhecer esses lugares. E claro que não preciso nem falar que aqui come-se muito bem, a comida oaxaqueña é conhecida como uma das mais ricas do país.


Monte Alban



4 – V.E.M.M: O que menos gosta?

As pessoas que vivem aqui reclamam muito do trânsito causado por protestos e calendas. Como eu vivo muito perto do centro histórico e faço tudo a pé, isso realmente não me afeta. Aqui tem um problema sério de falta de água, então ocasionalmente algumas regiões da cidade ficam sem. O que algumas vecindades e hoteis fazem é comprar água extra para suprir a demanda, então dificilmente um turista será afetado. Acho que o que me incomoda mais são os mosquitos na época das chuvas, mas nada que um repelente não funcione. ;)





5 – V.E.M.M: E o custo de vida, como é?

Incrivelmente barato comparando com o DF e capitais do Brasil. Come-se bem e pagando pouco, e é fácil encontrar lugares bem em conta para morar. Muitos eventos culturais são gratuitos, então também dá para se divertir com pouco dinheiro.





6 -  V.E.M.M: Tratando-se de segurança, como você qualifica a cidade?

Eu particularmente não sinto nenhuma tensão andando por aqui tarde da noite, mas como ando mais pela região do centro, não posso falar dos outros bairros. Infelizmente tenho visto bastante notícia de feminicídio nos últimos tempos. De qualquer forma, quem mora no Brasil vai se sentir bem seguro e tranquilo aqui.





7 – V.E.M.M:  Quais são os pontos turísticos que você indicaria pra um turista que quiser conhecer sua cidade?

Além de fazer um tour pelos restaurantes e mercados de Oaxaca, recomendo uma manhã no Hierve el Água, visitar o Monte Álban, tomar um mezcal em uma das muitas terrazas que tem pela cidade, seguir uma calenda pela rua Alcala, visitar o mercado de Tlacolula aos domingos, respirar arte e ar puro no Centro de Artes San Agustín, visitar os ateliers de xilogravura e assistir um cinema ao ar livre ou um show gratuito no Centro Cultural San Pablo.



Hierve El Água


Foto : Google Imagens

Foto : Google Imagens



8 – V.E.M.M: Qual o prato típico da sua cidade?

Mole negro, tlayudas, tamales, chapulines (os grilos, coma com cerveja para se acostumar, rs), quesillo (no resto do México chamam de "queijo de Oaxaca"), o chocolate (muito diferente do que estamos acostumados no Brasil), tejate e claro, um mezcal para acompanhar.


Tlayuda



9 – V.E.M.M: As pessoas te acolheram bem quando você chegou?

Muito! As pessoas aqui são muito carinhosas e queridas. E os oaxaqueños são muito orgulhosos de suas comidas e culturas (com razão!), estão sempre dispostos a dar uma boa aula sobre Oaxaca.







10 – V.E.M.M:  A cidade que você mora tem algum artesanato típico?

Só tem! Cada pueblito ao redor produz algum tipo muito característico de artesanato e tudo converge para Oaxaca de Juárez. Os mais famosos são os coloridos alebrijes e os bordados floridos. Mas tem também tapetes, barro negro, barro verde, barro vermelho. Muita coisa! Venham já para ver!


11 – V.E.M.M: Como é o clima da sua cidade?

A alta temporada vem junto com um friozinho gostoso a partir de outubro. Dura até março. Maio é um calor dos infernos, o pior mês para estar aqui, não recomendo. Junho começam as chuvas que duram mais ou menos até outubro. Vale lembrar que são chuvas rápidas, nada que atrapalhe o passeio e o clima fica mais fresco. Recomendo trazer um casaquinho para Oaxaca porque à noite costuma dar uma esfriada (exceto em maio).





12 – V.E.M.M: Quais são bairros bacanas pra viver, de  acordo com classes (média e alta)?

Os expatriados costumam ficar ou próximo do centro histórico ou no bairro da Reforma, que é um bairro mais "chiquezinho", com shopping e restaurantes elegantes, muito diferente do centro de Oaxaca. Eu particularmente prefiro estar próxima da região do centro : além de ser mais charmosa dá para fazer tudo a pé.


Templo Santo Domingo





DICAS:



Hotel pra se hospedar:

  • Hotel Posada Centro: preços acessíveis e um pátio e uma terraça lindos.



Restaurante imperdível:

  • Casa Taviche
  • Mezcalería Cuish



Café imperdível:

  • Boulenc
  • Shiniuku (segundo pátio do mercadinho El Pochote)




*todas as fotos e texto são de responsabilidade do entrevistado em questão. O Blog agradece pela disponibilidade em colaborar! Gracias! Viviendo en el México Mágico!

Share:

3 comentários

  1. Que delicia, ja fiquei com mais vontade de conhecer!!!

    ResponderExcluir
  2. Loca para ir e visitar minha suegrita em Oaxaca. Ansiosa!!!

    ResponderExcluir