5 diferenças Brasil X México na hora de comer!


Conversando com umas amigas brasileiras sobre algumas diferenças entre Brasil e México, nos deparamos com uma listinha de coisas que são tão básicas e comuns no Brasil e aqui é tão diferente.

1) Pizza: Aqui se come a qualquer hora, café da manhã, almoço e jantar, a maioria é massa pão (estilo pizza hut) ou gourmet (aquelas fininhas, pequenas e com pouca cobertura). Não existe rodizio de pizza (até encontrei 1 restaurante brasileiro no DF, quebrava o galho, mas nao era igual) e as pizzas doces são de chorar de tristeza, quando encontra. E esquece aqueles 50 sabores, via de regra as pizzas tem cerca de 5 a 10 sabores com os ingredientes apenas salpicados aqui e ali, nada a ver com nossas pizzas finas e carregadas de queijo, lembrando que nem existe calabresa ou catupiry...
 Ninguém come com garfo e faca e colocam ketchup e molho picante.





2) Restaurante por Kg: Não existe. Assim de simples. Não existe restaurante por kg. Os restaurantes são buffet (poucos), La Carte (com menu, a maioria) ou de comida corrida (o equivalente ao Prato Feito do Brasil, foto). Em Guadalajara eu encontrei as deliciosas Delicatessen ou as Carnecerias onde tem comidas para levar, em potes, com opções variadas, que salvam a vida.




3) Padaria: Ok eu sou de São Paulo, assim que sou suspeita... amo padaria e morro de saudade!! Aqui você encontra “panederias” onde vendem pão doce e salgado. “Panederias e Confiterias” com Pão e doces, bolos. Não há uma opção com balcão para sentar e comer, tomar café, refrigerante, cerveja, pizza, coxinha, frios, leite, pilhas, brinquedo, ovo de pascoa e o que mais pensar, como nas padarias brasileiras. (ok, para isso eles tem as redes de conveniência como Oxxo, 7Eleven, K, etc, mas não é o mesmo). As panederias também são self service, você pega um par de pinças de comida, uma bandeja de metal e se serve do que quiser. Apesar de uma imensa variedade de pães, biscoitos e bolos, e acredite, são gostosos, mas os sabores são muito diferentes dos nossos.




4) Pastel & Caldo de Cana: Quando for na feira e ver umas barraquinhas cheias de pessoas felizes comendo... não será pastel com caldo de cana, não existe isso aqui. E juro, nunca consegui passar por um “tianguis” sem sentir saudade do cheirinho mix de gordura e açúcar de uma barraquinha conjugada de pastel & caldo de cana... no lugar disso naturalmente eles comem seus antojitos mexicanos, nada contra, só que ver uma barraquinha me dá vontade de outra coisa.




5) Barraquinhas de Espetinhos de Cação, camarão, espiga de milho salgada, queijo coalho, agua de coco gelada na praia... não existe. Quando for a praia sem ser em hotéis ou resorts que tem toda a estrutura montada, e alugar uma casa e ir a uma praia local (não turística), encontra palapas com mesas, redes, sombra, comida, estilo restaurante mesmo, com uma infraestrutura bem boa, mas nossos espetinhos e queijinho, não tem não. Veja bem, a estrutura turística mexicana é muito superior a nossa, e as opções são inúmeras, mas aquela associação básica, areia, mar, espetinho e agua de coco, não vai rolar, terá que adaptar seu chip as opções locais.




Quando a gente muda, se adapta a uma nova cultura, se deslumbra com algumas coisas, mas sempre sentiremos falta de alguns sabores e opções que deixamos para trás...faz parte.

Por isso quando vou ao Brasil engordo uns bons kg de pura coxinha, pizza, pastel, meu filho se sente no paraíso num restaurante por kg cheio de delicias com nossos sabores e as padarias e barraquinhas de praia levam boa parte do meu orçamento de férias, rs... algumas coisas tão triviais para quem mora no Brasil são um luxo para expatriados...






Escrito por: Fabi




Fabiana Giannotti, brasileira radicada no México desde 2008, praticamente uma expert em mudanças depois de encontrar e mudar para 8 casas em 7 anos, além de acumular experiências em tradução, aulas de português, corretagem de imóveis e assessoria para expatriados. Adoro escrever, conversar, fazer novos amigos, viajar. Me considero afortunada por viver no México, aprender a respeitar e conhecer essa bela cultura. Conhecer, adaptar-se, aprender, mudar, acostumar, respeitar, amar o diferente são algumas coisas que descobri nos últimos anos, além do fato que, por mais perfeito que seja o plano tudo pode mudar de repente...

 Para quem busca serviços personalizados, tramites e asessoria no processo de expatriação ao México, além de todas as informações disponíveis no Blog oferecemos um serviço personalizado a suas necessidades:

http://fabianagiannotti.wixsite.com/mudandoparaomexico

Se gostou desse texto pode curtir nossa fanpage onde há muita interaçao e dicas interessantes:


https://www.facebook.com/viviendoenelmexicomagico/

















Share:

0 comentários