Viajar e ficar em Cozumel – O PARAÍSO EXISTE







Há vinte anos atrás (OMG, quanto tempo!!) eu conheci o México, vim de férias a Cancun e fiz vários passeios, entre eles, fui conhecer e snorkear em Cozumel. Fiquei fascinada com a beleza domar, as cores, transparência da agua, não queria voltar para Cancun. Desde então Cozumel passou a ser minha versão pessoal do paraíso.

Por acaso da vida, muitos anos depois desembarquei com toda a família para viver no México, amante da praia e do mar fomos algumas vezes a Acapulco, Cancun, Vallarta mas até esse ano não havia calhado de regressar a Cozumel.

Se colocar no google imagens “Cozumel” verão infinitas fotos da beleza natural, mas hospedar-se em Cozumel é uma experiência única.

Cozumel é uma pequena Ilha de 48 km e está 62km de Cancun, passeando de carro, em 2h pode conhecer toda a ilha. A Ilha é dividida por uma zona hoteleira, o centro (onde também há vários hotéis) onde os Cruzeiros aportam, e uma parte da Ilha destinada a receber visitas de Cancun, onde não há hotéis nem hospedagem. Para buscar um hotel em Cozumel sugiro que observe bem as fotos pois há várias opções de hotéis onde não há praia, apenas mar ou rochas. O mar é uma verdadeira piscina, a agua tem uma temperatura agradável, em poucos passos você tem profundidade suficiente para estar com agua no peito e ver as cutículas do dedão do pé. Não há como descrever a paz e tranquilidade desse mar...muitas pessoas levam boias, drinks e ficam imersos da imensidão azul até cansar e desejar suar um pouco na areia branca.

Escolhi um hotel com All Included porque queríamos apenas relaxar no hotel, ainda bem que foi nossa opção, pois se fosse diferente estaríamos sujeitos ao mesmo restaurante do hotel ou teríamos que incluir diarias de aluguel de carro ao orçamento de férias, pois não havia absolutamente nada a quilômetros de distância. Nosso hotel apesar de ser um resort 5 estrelas de uma grande rede hoteleira, tinha alguns problemas básicos, como um ar condicionado que não esfriava muito e mosquitos, devido a abundante vegetação na região. Como estávamos antes a 2600m de altitude sofremos um pouco no princípio, um calor intenso, mas convenhamos que foi um preço pequeno para se pagar pelo paraíso. A lojinha do hotel nos salvou de pequenos apuros como itens de perfumaria e farmácia.

A estrutura turística em Cozumel, assim como em Cancun é excelente, dentro do próprio hotel existem prospectos de passeios, aluguel de carro, guias, etc. O nosso hotel oferecia grátis equipamentos e aulas de snorkel, e aulas contratadas de Mergulho, e quem quisesse poderia contratar o barco com fundo de cristal e praticar Snorkel ou Mergulho.





Existem alguns passeios de Jipe, mas achamos mais vantajoso alugar um carro com ar condicionado e passear com um dia inteiro livre, passamos por algumas ruinas maias em El Cedral,





Em seguida fomos até o Farol que fica dentro do Parque Ecológico de Punta Sur, havia também um museu marítimo e praias maravilhosas com serviços de ducha, restaurantes, redes e espreguiçadeiras.





Voltamos passeando pelo centro, as lojas de souvenires e o centro em geral nos pareceu um pouco fraco, com as mesmas coisas de outras praias, sem nada muito especial e com preços altos. Há mais opções de restaurantes, supermercados, lanchonetes, porém a maior parte do centro não tem boas praias, assim que há que fazer sua análise de custo x benefício.

Há diversas outras opções de passeios, como nadar com golfinhos, com tartarugas, ver crocodilos, passear em Submarino, Parque Aquático, que não fizemos, nosso intuito nessa viagem era realmente relaxar e desfrutar, absorvendo paz e tranquilidade e recarregar as energias.

Paraiso a parte, pensando em aspectos práticos, Cozumel é um lugar caro, a maior parte dos passeios, mesmo no hotel, e vários restaurantes fora do centro não aceitam cartão, apenas dinheiro vivo. A lojinha do hotel foi a mais cara que já conheci no México. Meu celular da At&t não tinha praticamente sinal de internet ou mesmo telefone. Não sei se os demais hotéis praticam essa política, mas o que nós ficamos cobrava pelo uso de Wi-fi, me pareceu um absurdo o valor de U$ 80.00 por uma semana de uso. O celular do meu marido da Telcel conseguia sinal, às vezes. Me surpreendeu também o taxi do aeroporto que nos cobrava por pessoa, em dinheiro vivo, com opção de carro privativo ou van coletiva, o pequeno trajeto de cerca de 10 km custou 480 pesos para nossa família chegar até o hotel, um carro alugado custava a partir de 800 pesos.

Como é um lugar com muitos estrangeiros, o serviço funciona sempre melhor na base da caixinha, sugiro trocar várias notas de 1 dólar para obter os melhores serviços, drinks, atenção. Uma caixinha para o rapaz da piscina nos garantia um par de espreguiçadeiras na sombra todos os dias, outra os melhores coquetéis e por aí vai.

Uma recordação muito bacana que tivemos foi a contratação de fotos profissionais na praia. Aquelas fotos com cara de Casa Caras, a Ana oferecia seus serviços de fotografa no hotel, tiravam diversas poses e poderíamos escolher e pagar apenas pelas que queríamos, a um preço de 10 dólares cada uma. Foi uma sessão gostosa, agradável, feita pela sócia dela, 2 dias depois escolhemos as fotos sem nenhuma pressão, ela nos salvou em um CD e no pen drive que trazíamos e podemos imprimir quantas fotos quisermos. Eu que adoro foto fiquei mega feliz com o resultado e a lembrança que levo pra casa.





               

Minha conclusão é que dependendo do seu objetivo de viagem, se estiver no pique de passear, conhecer parques, ruinas, golfinhos, etc., eu recomendo que vá a Cancun onde terá melhores opções de hospedagem, estrutura, transporte, preços, e inclua Cozumel na sua lista de passeios.


Sobre Cozumel eu reitero que realmente é o melhor lugar do mundo para relaxar e desfrutar a comunhão com uma natureza exuberante e absolutamente maravilhosa. Se o seu intuito é esse, faça suas malas e esqueça a civilização, desconecte-se, mergulhe de cabeça nesse lugar de sonhos, busque cuidadosamente o hotel de sua preferencia, observe bem as fotos das praias, planeje seus gastos e relaxe... o paraíso existe.

                                          

Escrito por:






Fabiana Giannotti, brasileira radicada no México desde 2008.. Blogueira, Escritora, Fotografa, Assessora a expatriados. Me considero afortunada por viver no México, aprender a respeitar e conhecer essa bela cultura. Conhecer, adaptar-se, aprender, mudar, acostumar, respeitar, amar o diferente são algumas coisas que descobri nos últimos anos, além do fato que, por mais perfeito que seja o plano tudo pode mudar de repente...

E-book, livro digital – Venda direta: fabiana.giannotti@yahoo.com.br



Serviço Personalizado de Assessoria para mudança ao México
Se gostou desse texto, comparta com seus amigos, conheça nossa fanpage e faça parte dessa enorme familia brasileira no Mexico!



Share:

0 comentários