Desempregado no exterior. E agora?

Temos fases boas e fases esquisitas, para não usar outro nome mais forte (sou da opinião que palavra tem poder!). Esse meu ano tem sido muito ¨esquisito¨ . Todo de ponta cabeça, universo me pondo a prova toda hora.
E no fim dele, onde eu pensei que nada mais poderia ter acontecido, o universo veio e riu da minha cara. NESSE POST AQUI, CLICA!, eu contei que meu marido um dia arriscou e resolveu sair da empresa que trouxe nossa família pra cá. Na época ele analisou as vantagens e desvantagens, e , ousou! Desde esse dia, nossa vida mudaria muito. Por que? Porque deu errado. 

Os dois não se casaram, empresa X marido. Eu via o descontentamento na cara dele, o arrependimento, a frustração....e não podia fazer nada. Me sentia de mãos atadas e só me restava ser compreensiva e paciente. Trabalhava muito mais, se stressava muito mais e se perguntava se tudo aquilo valia a pena.






Por vários motivos particulares, ele não podia jogar tudo pro alto...Seria loucura demais. E eu, cada dia mais preocupada que ele adoeceria. E quando um da nossa família não está bem, reflete diretamente no resto da casa. A tensão era nosso quarto morador.


E eis que um dia , estava eu, administrando o Blog e ele chega mais cedo. Eu estranhei MUITO e na hora soube que alguma coisa tinha acontecido. E minha espinha dorsal se congelou! Sim, ele me perguntou: O que você acha que aconteceu? Eu não achava nada, eu tinha certeza! Ele espanou.

E minha cabeça entrou em velocidade estelar, fazendo contas, pensando nos próximos dias, mas, sorri o meu maravilhoso sorriso de Monalisa, e disse calmamente que tudo ia dar certo. Meu mundo caiu! 
Por mais que o México é um país bombando em oportunidades para quem tem um curriculum invejável como o dele, mil perguntas tomaram conta da minha vida!


* Como farei com o visto? (Já tinha imaginado a Interpool mexicana invadindo minha casa!)

A primeira empresa que trouxe a gente, arcou com um visto de 4 anos. Me informei com o INM e tinha validade até o último dia pago, que no nosso caso era início de 2018. Ufa! A empresa antiga dele, só teria que avisar a ruptura do vínculo e , no próximo empregador, avisaríamos outra vez o INM.
Não íamos ser deportados, e de verdade, nem cogitamos voltar ao Brasil.


* Como faremos com o Seguro de Gastos Médicos?

O seguro que tínhamos aqui, cancela-se NA HORA. Acabou o milho, acabou a pipoca, não tem carência.
Joguei com a sorte minha gente, cotei o seguro particular e o mais barato para minha família de 3 pessoas saíria em 65 mil pesos anuais , (com uma franquia de 12 mil pesos, no manches!), e só pra minha filha era impossível, não faziam. Rezei pra Lupita, e pedi pra ela nos proteger esse tempo, que eu tinha certeza que ia ser curto! É bom informar que o IMSS cancela também.
Toda necessidade aqui de casa, foi resolvida com os meus maravilhosos e compreensíveis médicos e dentistas particulares, que muito amavelmente entenderam a situação. Eu me emocionei muito com tamanha humanidade deles!
E os menos urgentes, óbi, Dr. Simmy maravilhoso mesmo.



* Como farei com o dinheiro??? Afinal, tô longe de ser o Tio Patinhas....





No México quando se encerra a relação com a empresa, seja por pedido de demissão ou por mandarem você embora, o nome atribuído ao pagamento de seus direitos é FINIQUITO. Seria cômico se não fosse trágico.

Aqui funciona assim, quando você pede a conta aqui, você como no Brasil, só tem direito aos proporcionais: Férias, 13., Fundo de Ahorro, Prima Vacacional.

Agora , quando te mandam embora, que aqui chamam liquidación ou ¨correr de la empresa¨ (basicamente falando....) , não existe salário desemprego. Verdade verdadeira. Mas tem uma série de outras coisas mais interessantes:

  • Indenização de 3 meses de salário.
  • ¨Prima de antiguedad¨, que corresponde ao pagamento de 12 dias de salário por ano trabalhado.
  • 20 dias de trabalho por cada ano trabalhado.
  • Férias, 13., Fundo de Ahorro, Prima Vacacional, Salário proporcional.


Quando fizerem por curiosidade as contas, não se esqueçam de considerar o desconto de Imposto de mais de 30% em cima do valor que dependendo dos anos trabalhados, pode ser alto! Certamente vão chorar (ainda mais , com menos de um ano de trabalho....)


* Como fazer com a nossa família e amigos?

Optamos em não contar isso pra ninguém. Centramos nos parentes diretos e nos amigos que aqui viviam mais próximos, porque não dava pra esconder a cara de pânico. Amigos, me perdoem!!! No fundo sei que vocês se preocupariam muito, e eu sabia que seria rápido. Marido tem 4 KM de curriculum e vocês sabem!



Junte todas essas dúvidas na cabeça, desemprego não é legal em nenhum país. A nossa sorte foi que SLP está bombando mesmo, empresas chegam semanalmente. Eu particularmente estava com uma pontinha de medo, porque um grande amigo nosso ficou desempregado no mesmo período do ano passado, e demorou um pouco para se recolocar. Mas, ele era diretor, e as vagas eram mais escassas né? Outro nível.


Resulta que 2 semanas meu marido se meteu em todos os tipos de buscadores de emprego, principalmente o linkedin. Demorou tipo, dias, pra começarem a ligar pra ele. E dessas muitas ligações ele em 3 semanas, esteve a ponto de escolher. De verdade, foi inacreditável! O desemprego mais express visto em toda minha vida! Lupita colaborou...



Essas 3 semanas foram as mais tensas da minha vida! Longe de casa, da minha família, incertezas bombando. Mas, o que não nos mata, nos fortalece.


Mas tenho muita gente que nos querem muito!!!!! Foi tão fofo que minhas amigas passaram até a fazer eventos low cost, baixa custo, pra gente poder ir! Foram foférrrrrrrimos todos, NINGUÉM SUMIU NÃO. E estamos aqui, felizes e contentes com a nova etapa da vida. E eu com muitos, mas muitos posts por fazer.



Obrigado a todos que nos apoiaram, rezaram e me aguentaram esse tempo.

Sobrevivi!  Com mil rugas, sem cabelos, mas a cosmética mexicana taí pra isso. E Fabi minha querida, você foi peça chave na minha vida.

























Share:

20 comentários

  1. Isso ae! :) eu mesma sei bem que o clássico 'há males que vem para o bem' é uma verdade absoluta!

    Sorte no novo emprego do maridão e aproveitem :) comemorem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente quando está nos piores dias nao acredita nisso, mas, vc tem toda razao!!!! Ha males que vem para bem! UFA! Obrigada, beijos, Mel.

      Excluir
  2. Mel, que bom que deu tudo certo no final. Mas é isso mesmo, às vezes precisamos de mudanças na vida. Assusta, mas vale a pena. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Nossa, fui ficando agoniada. Ainda bem que as coisas se ajeitaram! Tudo de bom para você e para o marido! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Aieee amiga, que tenso! Lupita olhou por vocês, não tenho dúvida e vocês saíram mais fortes dessa!

    Beijo e força!

    Clau
    @AsPasseadeiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Lupita e os anjos digam amém....ufa.... que dias!!!! :) Beijos Clau.

      Excluir
  5. Querida Melissa Lima,graças a Deus tudo se encaminhou bem. Isso deve ter sido muito difícil. Tudo de bom pra vocês,beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi sim, o desemprego express que quase me deixa careca de nervoso!!! hahahaha, beijinhos Li.

      Excluir
  6. Uau !!! Olha aqui em Londres se vc se desligar da empressa que 'patrocinou' o seu visto eles precisam informar as autoridades e o visto é cancelado ...

    Realmente morar fora e com essas questões só podem nos fortalecer e que maravilha que você é uma pessoa incrível e manteve a serenidade, acho que eu não conseguiria sorrir ...

    Um beijo enorme

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era meu maior medo esse Li, o cancelamento automático do visto. Mas aqui, vc tem o direito de ficar proporcional ao que foi pago. Ainda me restavam 1 ano e meio, foi o que nos salvou! Eu sorri de nervoso acho.... hahahahaha, fiquei bem fora da casinha. Beijos!

      Excluir
  7. Ainda bem que deu tudo certo, imagino sua angústia e preocupação!!! Do jeito que sou apavorada, ia ficar maluca, sério!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou do time das apavoradas tambem....hahahaha, nao se iluda! rs
      Beijos Guá.

      Excluir
  8. Tudo serve de aprendizado, não é mesmo? O importante é não se desesperar e confiar!
    Boa sorte sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dificil nao se desesperar , mas, tudo deu certo no final!!!! :) :) Beijos

      Excluir
  9. Nossa! Eu fiquei agoniada só de ler, imagina vivenciar?!
    Ainda mais longe da família, que normalmente são quem nos segura... Graças a Deus, a Lupita que tudo se resolveu rapidamente!!!
    Bom, mas agora é bola pra frente que já deu tudo certo! bjs

    ResponderExcluir
  10. Que bom que deu tudo certo!
    Como é bom ter amigos para nos apoiar nestas horas.

    Besos

    ResponderExcluir