4 dicas para uma viagem do México ao Brasil.

Como quase todos voces sabem, essas duas últimas semanas estive no Brasil. Poderia ser um evento cotidiano e nao ter nada demais, mais o detalhe é que em quase 4 anos que moro aqui, foi a primeira vez que voltei ao país. E claro , rendeu muitas histórias e possíveis posts pra dividir com voces.

Mas como ainda me encontro instável emocionalmente, vou deixar pra escrever depois sobre toda os sentimentos envolvidos e vou partir pra um post com dicas práticas pra uma viagem ao Brasil.




Primeiro de tudo vamos checar se nosso passaporte está no prazo de validade aceito né?
Mais de 6 meses para ida e para a volta, parece óbvio, mas, nao custa nada reforcar!




1 - Quando voce, residente no México, sai do país, recebe um formulário que tem que ser preenchido para a Migración: uma parte dele fica já na saída e a outra tem que ser entregue quando regressar ao país, ou seja, nao dá pra perder.





2 - Comprei as passagens com antecedencia, mais precisamente no Black Friday em dezembro, e consegui bons descontos, o que possibilitou a nossa ida ao Brasil. O melhor preco foi o da American Airlines, entao, tive que subir pra Dallas e depois,  descer pro Brasil. Isso envolve ter o visto americano vigente e mais paciencia pra gastar com escalas.

Quando em Dallas , nao precisei pegar minhas malas na esteira. A companhia aérea já direcionava a Sao Paulo, e pra minha sorte, ainda sao permitidas 2 unidades , de 32 kgs cada , por pessoa. Mas tive que passar pela Imigracao nos USA. Foi tudo simples e eficiente: existem quiosques com computadores , onde voce preenche dados no auto atendimento (tirando fotos e colocando as digitais....) e pra quem nao fala ingles, as instrucoes estao em  todos os idiomas, basta selecionar.  Voce pode depois disso, ter seu acesso direto ou, ser encaminhado a entrevista, que foi o meu caso. Perguntinhas simples e passamos pras próximas etapas: entregar o formulário pra Polícia Federal e depois passar no detector de metais.

ps: Estava viajando sozinha com minha filha menor de idade, e , no meu passaporte já tinha a autorizacao para viagem com um dos pais, ou seja,  nao  tive nenhum problema.

ps2: É legal voces checarem as normas de cada companhia aérea, elas nem sempre sao iguais.


Se voce sai do México direto ao Brasil, sem escala, voce só considera a Migración Mexicana, e o preenchimento do documento (conforme item 1)


3 -  Nao pedem nenhum tipo de vacina especial, nem no México, nos USA ou Brasil.


4 - O que posso levar/trazer na mala despachada? 









Vale lembrar que quando ingressar novamente ao México, suas malas passarao pela esteira do raio X, e voce terá que contar com a sorte: apertará um botao , se der vermelho eles revistarao suas malas, verde significa passagem sem revista.
(Rezei tanto, e gracas a Deus deu verde, trouxe 32 kgs de puros produtos de supermercado, e fiquei com medo de confiscarem!)


Eu estava super nervosa por ser a primeira vez que eu viajava internacionalmente sozinha! Na ida confesso que tremi um pouco, porque sempre meu marido foi o responsável por esses tramites. Mas deu tudo certo e infelizmente nao tenho nenhuma gafe engracada pra contar pra voces! Rs.
A única coisa fora do script, é que na volta, minha filha chorava tanto que uma policial veio me interrogar educadamente sobre o que estava acontecendo.
Expliquei tudinho e ela, com pena da Helo, ofereceu água e tudo. Deve ter pensado que eu estava sequestrando a menina....Faz parte! hahahaha.


E gente,  nao vacilem como eu: coloquem roupa de CALOR, mesmo sendo inverno, porque eu quase morri .... Deixem casacos, maquiagens, saltos, tudo aqui! Nao dá pra sobreviver nem ao outono brasileiro....rs Sem contar o que acontece com nosso cabelo.....MEU DEUS DO CÉU! Nem chapinha resolve.


Deixem eu digerir mais a situacao , que logo logo escreverei sobre  meu choque depois de 4 longos anos longe do Brasil! :)


SALUDOS.








Share:

0 comentários