Palácio do Governo do México e os murais de Rivera!

Oi amigos queridos!

Vou dar continuidade a coisas para fazer no DF ok!? (Milhões de coisas.. pra nossa alegria!)

Tava um dia super esquisito, friozinho e um pouco chuvoso. Nós já tínhamos dado uma passada no Zócalo da última vez que fomos, mas não tínhamos visitado a Catedral , o Palácio do Governo, ou seja, foi superficial. Então do hotel pedimos um táxi pro Zócalo e resolvemos fazer um tour por lá!

Do lado oposto da Catedral Metropolitana no Zócalo, o Palácio Nacional ainda é a sede do governo mexicano. Esse Palácio foi construído no local onde o imperador Montezuma II tinha seu castelo. O conquistador espanhol Hernan Cortés destruiu o castelo de Montezuma II e construiu esse Palácio, que hoje abriga o governo mexicano. 

Eu, obviamente munida da minha super máquina e com o look turista ever (isso te prejudica muito quando você vai pegar um táxi, o chofer saca que você é turista, é prepara uma tarifa diferenciada!) , me dirigi com toda cautela do mundo aos guardas que ficam na frente do Palácio, com um certo receio, devido a fama da polícia mexicana, mas tratava-se de "polizias super buena onda".  Já me indicaram onde deveríamos ir, passar pela inspeção e sem nem um custo, conhecer o Palácio do Governo.





 Demos de cara com um pátio central imenso, imponente, um quadrilátero com uma fonte no centro.







Logo já vimos a escadaria que dá acesso ao primeiro andar.  E de lá mesmo meu queixo caiu ao me deparar com as escadarias EEEEE um enorme mural de Diego Rivera (Rivera ficou célebre por retratar a luta do povo mexicano desde a conquista pelos espanhóis até o domínio da Igreja Católica). Enorme de tirar o folêgo, de , pra quem conhece toda a história ficar parado, de boca aberta.
Entre 1930 e 1951 foram realizadas as pinturas murais de Diego Rivera na Escadaria da Imperatriz e no corredor do segundo piso do Pátio Central.
( Você tem a opção de contratar a visita guiada, por poucos pesos. Guias levam os turistas a salas, corredores e escadarias de mármore, mas as maiores demandas são mesmo os murais do artista.)
A série de obras que refletem a história do México desde os tempos pré-hispânicos até duas primeiras décadas do século XX.
Alguns descreveram este mural de Diego Rivera como "um excelente trabalho em seu desenho, notavelmente colorido, mas mesmo em seu magnífico,  melhor composição pictórica global". Oi? Pra mim, lindo, colorido e que junto com aquele edifício cinza, é o destaque absoluto.






Subindo para o primeiro andar, vocês encontram mais 5 murais de Diego Rivera, pintados entre 1941 e 1952, que retratam a vida dos pueblitos mexicanos antes da chegada de Cortés.  Além disso exposições fixas e temporárias e o suntuoso parlamento.


 



O último presidente que usou o Palácio Nacional como sua residência foi Porfirio Díaz, o qual reabilitou o Castelo de Chapultepec para ir viver para lá, seguindo os passos de Maximiliano. No entanto, pelo seu carácter histórico continuou a ser a sede do poder executivo, função que continua a desempenhar até agora. Por essa razão e com o motivo do centenário da Independência do país, Díaz ordenou, em 1901, a reabilitação total das áreas da presidência e da Secretaria de Fazenda.
 Vale lembrar que é desse Palácio que  o presidente toca o sino no famoso dia do Grito da Independência!

A gente pensou que tinha acabado, mas depois de uma lojinha super interessante com livros e souveniers, a gente encontra um jardim lindo! Super bem cuidado, e verde , muito verde. Sem contar um águia , como um dos símbolos do país. Saindo pela lateral do Palácio, encontra-se o Museu Nacional da Cultura (outro post, sorry!).






Super indico a todos esse passeio! Você demorará umas 2 horas por lá se quiser conhecer tudo tranquilamente e tirar boas fotos!
 

  O Palacio Nacional se encontra aberto durante a semana aproximadamente das 10:00 a 17:00 hrs. Exceto em dias de eventos oficiais.  


Só pra lembrar quem é o presidente do México hoje :


Enrique Peña Nieto (Atlacomulco, Estado do México, 20 de julho de 1966) é um político e advogado mexicano, eleito a 16 de setembro de 2005 governador do Estado do México para o período de 2005 a 2011. Após as eleições presidenciais de 1 de julho de 2012 e, confirmados os resultados, o Presidente do México desde 1 de dezembro de 2012. (só pra constar, aqui são 6 anos de mandato e ele não pode ser reeleito...)
Se viu envolvido em escândalos de corrupção de seu partido com o narcotráfico e fraude eleitoral por meio da compra de votos e pagamento às principais agências de pesquisa de opinião e emissoras do México para falar dele positivamente, sendo isso documentado por jornais nacionais como Proceso e internacionais como The Guardian na Inglaterra.
Alunos de universidades Mexicanas tem rejeitado ele com fortes xingamentos das suas faculdades, e vídeos virais sobre o caso tem se espalhado pela internet.
(fonte wikipédia)

Besitos!!! :)

Share:

1 comentários

  1. vc está me deixando sempre com água na boca ao mostrar as riquezas do México. Esse país é realmente incrível : história em cada esquina !

    ResponderExcluir