Mercados no México

 
Eu sinceramente nunca fui muito fã de feira, mercadão, exceto para ir comer um pastel com caldo de cana ou me acabar no sanduiche de mortadela do Mercado Municipal de SP, na área gourmet, quem me conhece sabe que não sou patricinha (ou fresita aqui) mas sou chatinha para comida sim...

Então eis que no México, tentando encontrar os produtos para a cozinha brasileira, baixando o espirito de Amélia – quem diria – seguindo conselhos de muita gente que diz...ahhh isso você só encontra no Mercado de San Juan, Medellin, Central de Abastos... logo eu, que detesto carregar sacola, fui encarar o mercado.


Mercado aqui é mercadão mesmo, a diferença do supermercado é não que não deixam a gente ficar apalpando as frutas, é aquele feirão, você pede, te servem e sai carregando sua sacola, e vai encher viu. Porque efetivamente tudo é mais fresco e mais bonito, as frutas e verduras duram mais e encontra muita coisa que não tem em uma ida ao supermercado, a preços muito melhores. E para ser sincera, a despeito de tanta comida, tantos postos, nunca vi um bicho nojento sequer (ah, o que os olhos não vem, o coração não sente), é uma bagunça bem organizada.

Aqui vou citar os mais conhecidos e recomendados, onde pode encontrar kit de feijoada pronto, couve (barsa o kale, mas alguns já conhecem como couve) maracujá, mandioca (yuca), bombons e barras garoto (depende da sorte), artigos de festas (a nossa forminha de brigadeiro, normalmente na cor vermelha), granulado, piñatas super baratas, fantasias, etc.. flores, artigos de ocultismo (a tradicional macumba ou como dizem aqui, santería, brujeria)

Um atrativo dos mercados são os peixes frescos, já que o DF está muito distante do mar e de criadouros, é uma vantagem comprar em mercados, além do preço, obviamente menor.

A dica é a mesma que se aplica para ir no Mercadão Municipal de SP (considerando ambas metrópoles inseguras), não leve joias, vá vestido com simplicidade, leve dinheiro trocado e evite levar carteira, celular a vista, cartões de credito.



1 – MERCADO DE SAN JUAN
No centro da cidade, é reconhecido mundialmente pela grande quantidade de produtos gourmet e alimentos exóticos, queijos, frutas, o kit de feijoada é garantido. É um mercado organizado e reconhecido pela alta qualidade de seus produtos. Não é barato, mas vale a experiência.
Ernesto Pugibet 21, Centro 


2. MERCADO DE MEDELIN

Esse mercado tem muita coisa de alimentos e tem muitos artigos dos países sul americanos, que nos facilita a vida. Mandioca garantida, fresquinha, perfeita para um bobó de camarão...hummm...


Medellín 234, Roma



3. MERCADO DE SONORA

Também é conhecido como Mercado das bruxas, porque possui uma ampla gama de artigos para o ocultismo, ervas medicinais, amuletos, poções e outras coisas para fazer “aquela limpa”.
Av. Fray Servando Teresa de Mier 419, Venustiano Carranza





4. MERCADO DE JAMAICA

Conhecido como Mercado das flores, com uma imensa variedade, vendem por atacado ou varejo.
Guillermo Prieto 45, Metro Jamaica




5. MERCADO DE COYOACÁN 

Para quem gosta de comida de rua, esse é o paraíso, as tostadas são o ponto forte do mercado, mas se dedicam a típica comida de rua mexicana.

Ignacio Allende S/n, Del Carmen, Coyoacán





Escrito por:








Fabiana Giannotti, brasileira radicada no México desde 2008.. Adoro escrever, conversar, fazer novos amigos, viajar. Me considero afortunada por viver no México, aprender a respeitar e conhecer essa bela cultura. Conhecer, adaptar-se, aprender, mudar, acostumar, respeitar, amar o diferente são algumas coisas que descobri nos últimos anos, além do fato que, por mais perfeito que seja o plano tudo pode mudar de repente...



Para quem busca serviços personalizados, tramite de documentação e assessoria no processo de expatriação ao México, além de todas as informações disponíveis no Blog oferecemos um serviço personalizado a suas necessidades: 




Se gostou desse texto, comparta com seus amigos, conheça nossa fanpage e faça parte dessa enorme familia brasileira no Mexico!

https://www.facebook.com/viviendoenelmexicomagico/

Share:

0 comentários