A visão de uma criança brasileira no México - Parte 1

Mãe, posso escrever um post?
Claro que pode filha!
Mas você posta de verdade?
Óbi....

Aí está, minha filha amada quis escrever e eu deixei, e peço que não reparem nas expressões mexicanas, misturadas. Minha indiazinha tem se confundido um pouco! Até eu me confundo super.
Dividi em dois posts para não ficar muito extenso!




" Hola! 

Meu nome é Heloísa,  eu tenho 10 anos e eu moro no México faz 2 anos.
Eu "já tenho vivido" muitas experiências aqui e hoje vou resumir algumas delas. " 











- ESPANHOL

Para mim o espanhol não foi um problema.
Na minha escola do Brasil eu "levava" classes de espanhol, a princípio eu já me achava expert nisso, mas depois eu vi que a única coisa que eu sabia eram as cores....
Depois de saber que íamos vir para cá, eu e minha mãe começamos "a levar classes " (ter aulas avançadas) intensas de espanhol e eu me dei conta que espanhol não era tão fácil.
Ao chegar eu passei um mico porque eu e minha mãe tínhamos aprendido o espanhol da Espanha, um espanhol super diferente ,mas com a ajuda das minhas amigas e ouvindo a professora na escola aprendi espanhol informal e mexicano.






- ESCOLA

Hoje eu estou em uma escola que eu nunca imaginei que eu estaria...
Nesta escola eu aprendo coisas bem avançadas e bem mais difíceis do que eu pensava.
Na escola eu tive oportunidade de fazer uma coisa incrível:  uma coisa que eu sempre quis ,eu pude fazer um intercambio de um mês em Montreal, Canadá.
No princípio eu achei super difícil a matéria que eles estudavam aqui,  porque eu cheguei do segundo ano e tive que estar nos últimos meses do TERCEIRO ano.... Adiantei 6 meses.
Um dos micos que eu tive que passar, foi porque eu ainda não sabia fazer multiplicações e ao fazer a prova tirei um 5 , imagina só?


Eu no Canadá



- AMIZADES

Eu cheguei aqui sem amigas ,solita (sozinha em português)
Mas  algumas meninas muito legais me ajudaram a me adaptar e me ensinaram um pouco mais de espanhol. Elas ainda são minhas melhores amigas.
A princípio foi difícil me relacionar, porque elas não entendiam nada que eu falava (só hola),
eu não conhecia NADA sobre as brincadeiras delas e eu me perdia sempre, porque a escola era muito grande, mas com o tempo eu fiz amigas








- COMIDA

Comida....uma das minhas grandes dificuldades .
Quando eu cheguei aqui eu me espantei com o que eles comiam , porque na minha escola todo mundo levava fruta com pimenta em pó e só de ver ardia em mim. Eles comiam doces cheios de pimenta e sempre que me ofereciam eu falava que não.
Um dia uma amiga me ofereceu um totopo de pimenta, e eu não sabia que era picante e ao comer eu saí correndo como louca para encontrar o bebedouro mais perto e ao voltar elas já tinham comida a "bolsa" inteira sem reclamar.
#QUASE MORRI.





Gente, sério, foi ela, não mudei nada. Só coloquei ASPAS, onde ela se confundiu com os idiomas, mas respeitei MUITO o texto original. Depois teremos a continuação....

Só acompanhar a gente.  Fofa essa minha filha #maecoruja.



Parceiros do Blog:











Share:

11 comentários

  1. Muito fofa, me diverti na parte dos micos, linda, adorei. Que Deus te dê muita saúde Heloisa porque inteligência ele te deu de sobra. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal, esperamos segundo post e também a contribuição do pai.

    ResponderExcluir
  3. Amei a participação da Helô, bela parceria Mel.rs
    Interessantíssimo saber das coisas pela ótica dela!!! Ansiosa por mais...!! Beijãoooo p vcs!! s2

    ResponderExcluir
  4. Essa menina é D+ genteee!!! Quero maissssssss

    ResponderExcluir
  5. Heloísa, você pode ter tirado um 5 naquela prova mas tirou 10 em simpatia. Adorei seu post e amei saber como é a adaptação no México. Eu não conseguiria comer tanta pimenta, não gosto, mas ia amar conhecer outra cultura e fazer amigos diferentes, aprender outras brincadeiras e tal. Parabéns para você linda! Continue sempre assim. E já fica o convite para escrever um poct para meu blog. Topa?
    Tati

    ResponderExcluir
  6. adoro criança assim,decidida.
    Heloísa seu post é muito interessante pois é a visão de uma criança sobre um novo lugar,mas alguns adultos vivem coisas muito parecidas com o que vc sentiu e os adultos não costumam chegar perto e começar a conversar como suas amigas fizeram.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Gente, que fofura!!! Adoro textos feitos por crianças e sua filha escreve super bem! Adorei as curiosidades, frutas com pimenta? E que bom que ela gostou do intercÂmbio! Muito linda =)

    ResponderExcluir
  8. Helô es la onda! Best blogger girl ever! 😍

    ResponderExcluir