Buscando seu primeiro emprego no México, expectativa X realidade.

Oi galera! Faz tempão que não escrevo para vocês, que chato que sou né? 


Mas ok, hoje vamos conversar sobre a  minha visão ,como mexicano , do trabalho no México.
Eu sou Rodrigo de 25 anos formado em Ciências da Comunicação. Me formei no ano de 2012 e trabalho até hoje como “Community Manager” , trabalhando na área de redes sociais.


No meu último ano da faculdade, em 2012 comecei trabalhar numa revista chamada “ QueTal Magazine ”,  por meio período. Eu trabalhava das 9 da manha até as 14 hrs. E estava ganhando a "luxuosa" quantia de $3,000 pesos (600 reais). Na época me sentia meio riquinho! Já que não tinha que gastar em muita coisa, os meus pais sempre me apoiaram com gasolina pro carro e sempre pagaram a faculdade pra mim. Então, esse dinheiro era totalmente pra mim, mas gente quem consegue viver com esse salário? 

Na realidade eu estava vivendo igual a Maria do Bairro, fala serio! 




O que teve de bom nesse trabalho? 

Bom primeiro é que ganhei experiência mesmo, porque todas as empresas pedem aqui no mínimo 5 anos de experiência , #NinguemMerece , então complica o assunto quando alguém quer arranjar trabalho, sendo recém formado.




Outra coisa que me deixou super satisfeito e super contente é que na “Posada” que foi organizada pela empresa em dezembro , teve brindes, normalmente as empresas sempre fazem, e tem todo tipo de brindes: TV, Liquidificador, Ferro, enfim muito brinde!
E entre esses tinha o brinde maior que era a magnifica quantidade de $10,000 mil pesos (2 mil reais) e EU GANHEI, tipo de Maria do Bairro virei a Paola Bracho!!! 





Depois de ganhar o brinde  4 dias depois renunciei (pedi demissão)  ... rs.
(Tinha arranjado outro emprego)




Então depois de ter saído da revista e virar Paola Bracho, entrei num clube esportivo chamado “La Loma” . Tinha acabado de me formar e entrei na mesma área,  o que aqui mudava era o salário e  o pagamento das prestações legais para o IMSS (mais ou menos o INSS) , e que você dependendo do que ganha vai fazendo pontos no INFONAVIT, para ter crédito para comprar uma casa (mais ou menos como o FGTS)

Aqui o salário achei bom, aí sim (mais ou menos uns 60% a mais) !  Mas, tive que pagar as contas da gasolina do meu carro entre outras coisas.  Achei que estava no céu! 
Ganhando como rico (hahaha) , fiquei neste clube 2 anos e meio, depois fui morar em Cancún – Playa del Carmen (já tem um post sobre isso Clica!, procurei trabalho e entrei num agência de fotografia. Ganhava o mesmo, mas.....pagando aluguel, água, luz, telefone, comida........ 
#PaolaBrachoMorreu, voltei a marginalidade.




Virei Marimar,  morando no Caribe, lindo e maravilhoso  EEEEE  Pobre ! rs

Expectativa:



Realidade:



Fiquei por lá 5 meses, foi  difícil mais valeu muito a pena, porque aprendi muita coisa, aprendi a lidar com a solidão e a me virar sozinho, me sinto orgulhoso de nunca ter pedido dinheiro pros meus pais, 5 meses foi o suficiente pra valorizar a minha vida, meus pais, minha casa, minha cama... TUDO!

Voltei pra San Luis Potosí em Dezembro de 2015, trabalhei um tempo com a empresa de Playa del Carmem (home office) , mas não ganhando o mesmo, ganhava uns 900 reais , mas já na minha casa, e ao mesmo tempo procurando trabalho,
 Em um mês não achei, o normal pra achar um trabalho é de 3 a 4 meses. Eu me desesperei um pouco porque na minha área não tem muita oportunidade de trabalho. No final , o clube esportivo me ligou pra ver se eu queria voltar pro mesmo posto que tinha,  aceite, e estou aqui.


Dados: Fanpage Carmen Aristegui.


Hoje procuro um melhor trabalho mas,  vou ser honesto, não é tão fácil pra nós mexicanos, a maioria dos formados terminam ganhando 1,200 reais, que não dá pra sustentar uma família, acho que nem pra se sustentar sozinho.
O que posso dizer é que os que mais tem oportunidades são os Engenheiros, porque e indústria né? Ai muda totalmente.


Os sites onde eu procuro trabalho são:

Computrabajo.com
Occ.com.mx






Tentei mostrar pra vocês o que , hoje,  enfrentamos nós , jovens , aqui no país.




Escrito por:

Rodrigo, 24 anos, formado em ciências da comunicação, apaixonado pelo Brasil, fez intercâmbio pelo Rotary no ano 2007 - 2008 em terras brasileiras. Ama o português e o Brasil!



Share:

13 comentários

  1. Oi Rodrigo, Oi Melissa!

    Leio seu blog praticamente TODOS OS DIAS. Adoro saber como é a vida no México e você, Melissa, narra muito bem sua vida com a sua família.

    Pois bem. Sou jornalista aqui no Brasil. O perrengue na profissão, pelo visto, é comum em vários países. Aqui o recém-formado por muitas vezes, conclui o curso e fica desempregado. Estágios na área exigem experência (oi?) e inúmeras qualificações complementares.

    O salário para um formado, pelo menos aqui no Rio de Janeiro, está na faixa dos R$1.200 e R$1.500. Quem ganha mais que isso pode sentir-se privilégiado.

    Acabei me especializando em Mídias Sociais, mas no fim das contas trabalho com audiovisual (imagens e vídeos).

    Enfim, espero que as coisas melhorem tanto por aqui no Brasil como aí no México. E que possamos trocar essas experiências sempre.

    Um beijo e sucesso aos dois!

    Karen Dias - Rio de Janeiro - Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Karen! Que bom que voce gostou do post :) é realmente e uma pena que seja assim neh? Podería mudar um pouco o coiso em fim.
      Que legal Midias Sociais agora ta bombando isso aos poucos neh?
      E claro que sim sempre e bom trocar experiencias um beijo Karen ate o Rio de Janeiro maravilhoso eu adoro!!

      Excluir
  2. Oi gente! A situação aqui no BR não tá muito diferente, moro no interior de SP e vejo o quanto é difícil ter um bom emprego/salário...e é uma pena que um país tão rico como o MX ainda tenha problemas nesse quesito. Sou formada em tecnologia da informação e me disseram que é uma área com grande carência de profissionais aí...comecei a pesquisar e caramba,quantas exigências, principalmente as que pedem + de 5 anos de experiência! :o
    Tenho aquele comichão por passar uma temporada aí pra adquirir experiência que na minha área parece ser bem avançada em relação ao Brasil, o que me mata com a faca da cozinha é que pedem inglês fluente( diga-se de passagem q larguei o inglês pra estudar espanhol!-.-)
    Estou pensando em um intercâmbio pela AIESEC,acaba sendo mais garantindo.

    Só tenho a agradecer vcs por compartilharem conosco essas informações valiosas!
    Beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é difícil neh?! Acho que o mundo todo esta numa fase de crise eu espero que melhore em breve :) Beijos Juliana :)

      Excluir
  3. Muito bom seu post! Sua visão de realidade, apesar do toque dramático, é excelente. Sucesso em sua jornada!

    ResponderExcluir
  4. Legal seu post Rodrigo... Não sabia que você tinha um blog e ainda por cima em português, muito bom. Forte abraço.Max

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Max!! As vezes que escrevo para o blog estou em pareceria com uma amiga minha Brasileira :) Obrigado espero que fique lendo hein ;) Abraco!!

      Excluir
  5. é pelo visto as coisas não são fáceis em lugar nenhum,mas tenho a impressão que na minha época era mais fácil. Sem ser piegas,acho que devemos agradecer por ter trabalho e buscar melhorar. Ótimo post como sempre. Muito bom saber da vida no México.

    ResponderExcluir
  6. Muito bacana e bem humorado o post. Uma pena essa triste realidade de recém formado ai no Mexico também.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  7. Estou planejando fazer intercâmbio para o México, e o post do seu blog tem me ajudado bastante a conhecer melhor o país.
    Parabéns pelo trabalho, a você e sua amiga.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom o post! Parabéns Rodrigo e Melissa pelo trabalho!
    Comecei a pesquisar agora sobre a cultura, vida e trabalho no México. Pretendo ir pra ai em breve.
    Além dos sites indicados, costumo utilizar o LinkedIn, não sei se como funciona no México, mas na Europa (e recentemente no Brasil também), tem sido muito utilizado para oferecer e encontrar trabalho.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Oi Rodrigo, adorei seu Blog. Nossa quando fiz intercâmbio aí realmente não sabia nada destas coisas e ainda nem sei direito, pois só vivia na vida boa de Intercambista. Ainda não sou formado rsrs; mas pelos comentários vejo que estou em uma situação confortável no momento. Espero que estes salários aumentem no Brasil e México né rsrs.

    Abraços !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperemos que sim melhore por favor!! Rsrsrs abraçao

      Excluir