Especial "Dia del Amor" - Marina & Alfredo

“...Vou de táxi "" sabe "tava" morrendo de saudade Mas não lembro Do teu nome...” 


E nossa primeira história de amor chegou em taxi, é a história da Marina e do Alfredo.  





Vim pro México em 2011. Casada. E vim por causa do trabalho do indivíduo. Em fevereiro de 2012 tudo desabou. 
Em Fevereiro de 2013, um ano depois e separada, quase com o divórcio assinado aqui no México, eu comecei a sair com um amigo (que tinha morado no Brasil e tudo). Mas ele não é o meu amor. Foi por causa dele que encontrei o Alfredo. 
O Alfredo é taxista e um belo dia, indo encontrar o outro (o de cima), subo no taxi dele. E ele me leva pra Reforma. Papo vai, papo vem, me pergunta de onde eu sou (Ahhhhh, sotaque de la chin…) e eu digo que sou brasileira, e me pergunta o que eu estava fazendo no México e blablabla, taxista adora um papo. Eu, idem. Isso foi em Abril/2013, mais ou menos. Enfim, me deixou no Paseo de La Reforma e tchau. 
Em Agosto do mesmo ano, eu tive uma entrevista numa empresa. Atravessei a rua aqui de casa, vou pro ponto de taxi, subo no primeiro carro da fila e aviso o taxista: 'Me leva nesse endereço, por favor? “ O cara me olha e diz: “No eres la brasileña que llevé a Reforma hace unos meses?” PAAAARAAAAAA, eu nem lembrava da cara da pessoa e ele sabia até onde tinha me levado!!! E digo: “Sim.” hahahahahahaha 
Bom, então ele me leva pra entrevista e peço pra ele me esperar, pra poder voltar com ele de uma vez. Anoto o celular e quando saio da entrevista, ligo avisando que estava esperando na porta da empresa.  



Uma semana depois - bendita tecnologia cupido- me chega uma mensagem de WhatsApp: “Como te fue con el trabajo?” E eu olhando pro celular e me perguntando: Quem raios é essa pessoa???? Entro, e vejo a foto de quem? Do taxista! hahahahaha. Morri de rir. Mas também senti aquela coisa (que eu acho que qualquer mulher separada deve sentir, alguma vez na vida) de que “Alguém prestou atenção em mim outra vez?" 



Mas, como boa brasileira, boa de papo, alto astral (e modesta que sou), respondi à mensagem e começamos a nos escrever todos os dias. Depois de uma semana, creio, me convidou pra tomar uma cerveja. Na frente do meu prédio tem um Perros&Burros e encontrei a melhor companhia dos meus últimos 10 anos… Bom papo, inteligente, divertido, carinhoso e que, como euNão queria saber de relacionamento”. 
estamos juntos a mais de 1 ano. E é isso. Coisa de novela!” 




Eu me diverti com esta história e espero que todos sintam o mesmo. Uma história de novela com final feliz, nós desejamos felicidades ao casal e agradecemos imensamente a participação da Marina. (A Má é amiga do blog desde sempre , e ela também escreve sobre sua vida no México, CLICA AQUI!) 

Share:

13 comentários

  1. Adorei,me senti no lugar dela,que venham muitos anos de Amor ,Carinho e Cumplicidade ao casal.Eliani Vargas.

    ResponderExcluir
  2. Show de bola muito legal. Parabéns Marina vc merece...

    ResponderExcluir
  3. Amei a história dela! São daquelas que vc fica ansiosa para saber o que acontece em seguida, mas ja torcendo pelo final feliz.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, pessoal... E são essas surpresas boas da vida que fazem com que tudo caminhe bem. E nessas horas eu penso que realmente estou Viviendo en el México Mágico.

    ResponderExcluir
  5. Adorei, linda história com um final feliz!
    Felicidades ao casal!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Regina. Um abração pra você.

      Excluir
  6. A história de vocês e a minha até agora,preferida,adoro esses encontros e desencontros do destino.Eliani Vargas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliani, cadê a sua??? Eu não encontro!!!

      Excluir
    2. Marina sou do Brasil,e sigo o Blog acho que desde o início,então sou fã,de tudo que postam,a sua história continua sendo a minha preferida.

      Excluir
  7. lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa amei o encontro de vocês!!!!!!!!!
    Que Deus abençoe imensamente !!!

    amo vc prima!!

    ResponderExcluir