Vamos Tesouro....! - Mães Mexicanas

Oi pessoal! Tudo bem? Faz tempo né?

Andei sumido ... Estava pensando em que iria escrever…. Demorei kkkkkkk !  Mas já escolhi do que vamos falar:  “Mães mexicanas”  (Sem querer ofender ninguém ok?) 
Vocês sabem que para nós mexicanos , a nossa mãe é sagradíssima, não é? E sabem por que? Porque elas  puxam nosso saco, são superamigas, confidentes,  fazem tudo por nós. 

Cada cultura tem uma forma diferente de criação dos filhos. Mesmo que todo mundo diga que a cultura latino americana é super machista, pelo menos aqui no México quem manda na casa é a mãe. Ela é a figura social   que transmite valores, tradições hábitos na família, então é muito provável que o que fez a sua , foi feito por sua mãe mexicana e será feito pelo filha mexicana...(por isso até hoje todos por aquí no México, sentem medo da famosa chinelada!!! Famosa milhares de gerações) 




  muitos ditados mexicanos onde a “mãe” está presente: 
“vale madre” (não me importa), “madreado” (golpeado), “madrazo” (golpe forte), “madrecita” (insignificante), “ni madres” (de jeito nenhum), “no tener madre” (ser ruim), “estar hasta la madre” (estar cheio), “hablar o decir madres” (dizer grosserias) o “partir la madre” (golpear com força). 

O dia das mães surgiu em 1905 na Filadelfia, Estados Unidos, iniciativa de Anna Jarvis, que queria agradecer a sua progenitora. A data foi eleita, porque o segundo domingo de maio se celebraria a morte de sua mãe  



No México, a celebração começou em  1922. Maio foi escolhido por ser o mês sagrado da Virgem, e o dia 10, porque naquela época se pagavam os salário de 10 em 10 dias, mas há também a versão de que  o primeiro dia das Mães mexicano foi em Oaxaca, em 1913, onde uma senhora esposa de um presbítero , ao ler uma revista, copiou a idéia. México foi o primeiro país latino americano a comemorar a data, e a devoção a Mãe , no dia 10/05/1949, se inaugurou no DF  uma grande escultura em sua homenagem. 


Aqui , mãe é tudo gente, não se esqueçam disso.

 1.  A MÃE CHEFE
Coloca regras claras e limites para tudo 
Quem não lembra a Paola Bracho na Usurpadora gente, credo ela era uma mãe super firme.  





2. A MÃE AMOROSA :
Não tem limites com os filhos, são tão amorosas e mimam tanto eles,  que não são objetivas, é TUDO pelo filho.  
Quem alguma vez já assistiu “Maria de todos los Angeles” vai saber...Ela faz TUDO para o filho, é aquele típico filho “mexicano” que não trabalha, mas a mãe apoia ele e fala “coitadinho,  preciso ajuda-lo sempre !" rs  




3. A MÃE BRAVA:
O jeito dela se relacionar com os filhos é a base de brigas e mal humor. 
Não tem melhor mãe, mas brava do que a Soraya não é? Deus me livre ter uma mãe assim !Não é “lisiados”? rs



4. A MÃE PROTETORA
Tem medo de tudo  que possa acontecer com os seus filhos, elas tentam proporcionar ao filho, um mundo cor de rosa. 
E o que falar dessa mãe ? Dona Florinda,  típica mãe protetora do filho....ninguém merece kkkkkk 




5. A MÃE CHANTAGEM:
Faz tudo o que podem para que os filhos façam para elas o que quiserem, de um jeito ou de outro.  
Quem já viu novelas com a Carmen Salinas? É  aquela mãe que quer sempre de perto o filho, que não deixa ele sozinho.



6. MÃE FOME ZERO
Aquela mãe que faz "regime de engorda" com o filho, que acha que ele nunca comeu o suficiente. E faz até uma marmitinha de tamales , caso, ele sinta fome. 



7.  MÃE CURADEIRA/DOUTORA
Muito simples, aquí no México, tudo mesmo se soluciona com o nosso Vick Vaporub. Dor de cabeça? Coluna? Estômago? Pode tomar! 



Mexicanices: 

-Filho chama de “mami” a sua mãe, e curiosamente a mãe chama o filho de mami também....Nunca entendi.
  
-Mãe sempre está  ligando pra o filho, pra saber a onde é que ele está.(pelo menos no meu caso é assim :S) 

-Muitos mexicanos têm “mamitis”, ou seja, que tudo depende do que a mãe fale ou opine em qualquer tipo de decisão.  

-Nunca fale numa briga para o mexicano “chinga tu madre” (é xingar a mãe dele)  Se você falar isso, pode sair correndo kkk. 

-Uma mãe de qualquer planeta, te castiga se faz alguma coisa errada, a mexicana não, "se va a buscar la chancla", ou seja, parte para chinelada.  




Mas gente quem não ama a sua mãe? Do jeito que ela é só uma, e precisamos cuida-la pelo resto da nossa vida. 


¡Feliz dia das mães!  




Esse post foi uma parceria minha (Mel) com o Rô:




Share:

1 comentários