Bienvenido a TEQUILA!

Eu tenho até vergonha de dizer que em 8 anos morando no Mexico nao conhecia a Ciudad de Tequila, nem tinha na minha rota de lugares para conhecer, e pior de tudo, já tinha ido de carro do DF a Vallarta, passei por Tequila e só achei engraçado ver a placa com o nome da cidade. Não tinha ideia da delicia que é conhecer a cidade e dos encantos que Tequila possui.










Me achava conhecedora de boas tequilas, ou ao menos achava que sabia beber, e me gabava no Brasil, e descobri que não sabia de nada... inocente...

Já de casa montada em Guadalajara, com mae e cunhada a tiracolo, resolvemos explorar lugares para conhecer por aqui, e os novos amigos todos unanimes: Tequila.

Comecei a buscar informacoes a respeito e vi que tinha um monte de coisas e opcoes, seguimos a dica da galera e decidimos conhecer a fabrica da Jose Cuervo, eu que nem dava muita trela para a marca fiquei apaixonada!

Primeiro vou explicar como é a cidade e logo sobre nossa experiencia na Fabrica La Rojeña.

Tequila é um dos Pueblos Magico Clique aqui, e como tal tem toda uma infra estrutura de turismo, tudo organizadinho. Os passeios mais conhecidos e recomendados, que saem de Guadalajara são: o Tequila Express é um onibus que faz um passeio na cidade e na destilaria Casa Herradura,  e o Jose Cuervo Express, é trem e faz um passeio e a rota da Familia Jose Cuervo.

Eu achei meio carinho, até porque estavamos em 6 pessoas e vivemos a apenas 40 km da cidade, com criancas, achei melhor pular essa opcao e ir de carro mesmo, para conhecer, mas algum dia faremos esse tour, de preferencia só adultos rs.



Mas indo de carro, trem, ônibus, basicamente chegaremos a cidade de tequila. 









A cidade é uma graça, ruas estreitas de pedra, linda arquitetura, povo amável. Na praça do centro temos a feira de artesanato local, rico e variado, que funciona todo fim de semana, ao redor as diversas destilarias e toda uma história do liquido que dá nome a Cidade e fama internacional ao México.





Em frente à praça principal está a fábrica da Jose Cuervo, La Rojeña, tem varias opções de passeios, escolhemos o mais completo que tinha disponível, que era a “Experiência Jose Cuervo Campos”. 

Tudo muito organizado, você entra, compra seu boleto, recebe sua pulseira com uma cor referente ao grupo/passeio que fará. Na hora determinada chega seu guia, reúne o grupo, e saímos em uma van até os campos de Agave.

Lá conhecemos todo o processo de cultivo do Agave, o trabalho dos Jimadores (pessoal que planta e colhe) e as formas de cultivo para obter diferentes qualidades de tequila, até mesmo “ plantamos” uma planta de Agave, manipulamos os instrumentos dos Jimadores, e saímos de lá com um respeito pelo trabalho e processo artesanal de plantio do Agave. Voltamos a fábrica de La Rojeña e assistimos um vídeo institucional sobre a história, marca e tradição da Jose Cuervo. 








Parte desse pacote inclui uma visita a sede de la Hacienda, construida em 1758, as construcoes recentes seguem o estilo arquitetonico original, tanto a construcao quanto os jardins sao lindos.






Depois conhecemos a fábrica, desde os fornos que cozinham o agave, a destilaria, envase, e em cada parte do processo vamos provando as diferentes fases da tequila, desde a primeira dose de uma bebida 55% álcool até descermos na “ Cava de la Familia” onde conhecemos o processo da tequila Premium da Jose Cuervo, provamos em um cálice de uma tequila maravilhosa e brindamos. Segundo a tradicao da familia Jose Cuervo, não devemos brindar por coisas, momentos ou pessoas, pois tudo isso passa, portanto, a tradição é brindar “Por la buena Vida”, pessoalmente adorei!

Quando acho que já estou fascinada por tudo, ainda vamos a uma sala fechada, com uma mesa grande e cadeiras elegantes, onde passamos pela experiência Jose Cuervo, é uma espécie de “sommelier” express de tequila. Descobrimos como devemos tomar a Tequila, que assim como o vinho, não há melhor tequila, mas sim aquela que você mais gosta. Conhecemos as notas contidas em cada uma das tequilas branca, reposada e Añejo, eu que tinha levado minha taça de la Familia aproveitei e aprendi a reconhecer as características de todas, e infelizmente para meu bolso eu me apaixonei pela mais cara, rss...



Ao contrário do que se pensa, o tradicional cavalito não é o envase mais adequado para apreciar as qualidades da tequila, e sim taças,  uma taça de Rom, ou uma de vinho. Uma tequila 100% Agave não se deve misturar com limão, sal, refrigerantes, água com gás... (isso eu já aplicava, assim como um bom rom e wisque).

Depois dessa experiência (já meio altinhos) fazia parte do pacote 4 porções aperitivo de comidas típicas mexicana, pessoalmente achei esse o ponto baixo do passeio, já comi sopes e tortas ahogadas muitooo melhores. E como ainda estávamos famintos saímos de lá, cruzamos a rua e comemos muito bem no restaurante la Fonda Cholula.



Quem quiser ainda pode tomar um “ônibus” em forma de barril que faz um passeio pelo povoado, as ruas antigas, a Destilaria de los Abuelos onde se elabora a tequila de maneira 100% artesanal.

Além desse passeio há outros menos completos que são igualmente bons, só não recomendo o super básico que não possui a experiência Tequila, porque para mim é a melhor parte, dá para sentir nas paredes e barris da Cava de La Família a História dessa marca incrível, o sabor, o brinde, toda a experiência é uma delícia. Um passeio que pode valer a pena para aqueles que realmente apreciam a tequila é a experiência tequila que você faz sua própria garrafa de “Tequila de La Família” personalizado, o preço apesar de alto, inclui a garrafa, então acaba valendo a pena para quem tem planos de levar uma.

Saindo de lá ainda tem a lojinha, com mil produtos Jose Cuervo, todas as marcas de tequila da Jose Cuervo, Centenário, 1800, La Familia, excelente opção para quem quer levar souvenirs para o Brasil, pois estão bem mais baratos que distribuidoras, supermercados e Duty Free.
Eu fiquei apaixonada pela cidade, pela tequila de La Família e por toda história de La Rojeña. Já voltei 3 vezes e todos saem encantados do passeio. Super recomendo a experiência e passeio!!






















Un brinde a la Buena Vida!!







PS: Eu nao recebi nenhum patrocinio da Jose Cuervo, rs, ainda que aceitaria uma garrafa de la Reserva hehehe. Até tentei ir nas vezes subsequentes na Casa Herradura (tequila que gosto tambem) mas nao consegui...

Para quem busca serviços personalizados, tramite de documentação e assessoria no processo de expatriação ao México, além de todas as informações disponíveis no Blog oferecemos um serviço personalizado a suas necessidades: 

http://fabianagiannotti.wixsite.com/mudandoparaomexico


Se gostou desse texto pode curtir nossa fanpage onde há muita interaçao e dicas interessantes:


https://www.facebook.com/viviendoenelmexicomagico/





Escrito por:


Fabiana Giannotti, brasileira radicada no México desde 2008, casada, 2 filhos, passou a ser mãe 24h e dona de casa após vir para cá. Praticamente uma expert em mudanças depois de encontrar e mudar para 8 casas em 7 anos, além de acumular experiências em tradução, aulas de português, corretagem de imóveis e assessoria para expatriados. Adoro escrever, conversar, fazer novos amigos, viajar. Me considero afortunada por viver no México, aprender a respeitar e conhecer essa bela cultura. Conhecer, adaptar-se, aprender, mudar, acostumar, respeitar, amar o diferente são algumas coisas que descobri nos últimos anos, além do fato que, por mais perfeito que seja o plano tudo pode mudar de repente...




Share:

0 comentários