Como sobreviver a altitudes elevadas e ao clima seco no México.

Primeiro post do Ano! Eeeeeee!


Mudar pro México mudou muita coisa na minha vida, e uma delas foi ter problemas respiratórios. Eu nunca na vida tive problema de nada, mas, de uma hora pra outra o meu nariz aqui sangra. Mas não é assim, discreto: é sangue Greys Anatomy.
Antes de me convencer que sim, era a secura do clima que me causava isso, afinal, moro no deserto, fui muitas vezes ao médico perguntando a eles quantos dias de vida me restavam ( quem me conhece sabe que sou bem hipocondríaca....)







Ninguém pensa na altitude  quando visita ou muda pro  México. Tem gente que se acostuma, mas , se forem como eu, vão se acostumar a viver com esse ¨probleminha¨, afinal, estou há 3 anos aqui e nada melhorou, só piorou.

Se você está planejando visitar ou viver por aqui, você terá que encarar uma zona de ALTA altitude:






  • Cidade do México: 2,250 m  (aqui é onde mais sofro....)
  • Guadalajara: 1,560 m
  • Querétaro: 1,860 m
  • San Miguel de Allende: 1,900 m
  • Cuernavaca: 1,510 m
  • Tepoztlán: 1,710 m
  • Puebla: 2,135 m
  • Guanajuato: 2,012 m
  • Oaxaca: 1,585 m
  • San Cristóbal de las Casas: 2,200 m
  • San Luís Potosí - 1, 850 m
 Aqui é assim, uma loucura: dias super quentes e noites frias. Entre dezembro e abril, é muito tenso respirar aqui, principalmente na Cidade do México, onde a combinação entre altitude e poluição nos desafia ainda mais. E aí já sabem né, nariz sangrando, dores de cabeça, falta de ar....aquele combo maravilhoso.

Para algumas pessoas, especialmente corredores (malucos) e outros atletas de resistência, as áreas de elevação do México são exatamente o que eles estão procurando, e muitos se preparam para a mundiais por aqui.
O La Loma, um clube super TOP aqui de SLP sempre tem competidores de todo o mundo, e em mais baixa régua, meu pai que é corredor profissional há muito tempo, treinou aqui no Parque Tangamanga pra correr no DF e posteriormente no deserto do Chile. Mas IN OFF, conto pra vocês que ele pastou muito e não conseguiu os mesmos tempos do Brasil. Eu, HAHAHAHAHAHA, dispensa comentários da minha performance ridícula.





Vou terminar o texto dando o segredo do meu sucesso nasal pra vocês depois de gastar fortunas em consultas e afins:

O nome é PURE SEA (de dia de tarde e de noite).





E não só ele: antes de dormir, pra não doer demais pra respirar, com um cotonete passo vaselina nas narinas . Sim produção, isso mesmo.
Dizem que umidificador no quarto ajuda bastante também.

E não esqueçam de pular numa piscina de creme hidratante, pra não ficarem com a pele do Coisa do Quarteto Fantástico.





Saludos.






Share:

3 comentários

  1. Adoro altitudes elevadas,esse é um dos motivos que me fazem gostar do Mexico,moro em Minas Gerais perto da serra da Mantiqueira e essa altitude entre 1500 e 2000 e poucos metros, onde se situam Campos do Jordão e Monte Verde para min é ideal,existem inclusive estudos que provam benefícios à saúde a longo prazo para quem vive nesta faixa.Isaac Carneiro Victal

    ResponderExcluir
  2. Entao sugiro considerar Guadalajara. Estamos a 1500m de altitude e efetivamente o clima é muito agradavel. No DF que a altitude pode chegar a 2600m o efeito é negativo, o clima seco, contaminaçao e altitude elevada sao fatores que nao sao faceis para a saude.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto do clima seco,é o que estou procurando,não desértico deixo isso claro;ademais para mim a temperatura de Guadalajara é muito parecida com algumas cidades do Brasil,São Paulo por ex,quero algo mais frio.Sobre altitudes acima de 2500 metros desconheço o efeito em mim mas só não moraria em Campos do Jordão ou Monte Verde pois são duas cidades pequenas,a altitude delas oscila entre 1500 e 2000 e eu ADOREI O CLIMA E A ATMOSFERA DO AR NA ALTITUDE,na verdade eu passo mal quando estou em terras baixas,há 12 anos não vou á praia,moro perto do RJ,em Minas Gerais,descer a serra de Petrópolis é uma das experiências mais desagradáveis da minha vida.Aqui em Minas temos para o nível do Brasil muitas diferenças de altitude,a BR 040 por exemplo no trecho entre BH e Rio capital vai de 1400m a 0,baseado nisso diria que prefiro a altitude.Cada pessoa reage de um jeito a essas experiências,já encontrei gente na internet dizendo que preferiam a altitude de La Paz(3600 metros!)ao calor de algumas partes do Brasil.Então resta falar da poluição;quando morei em São Paulo por alguns meses ela me incomodou bastante,realmente imaginar viver numa cidade ainda mais poluída não me parece uma boa idéia,este sim é um porém.Mas isso é o de menos,não sei se aconteceu com as senhoritas,mas muita gente tenta mesmo me assustar para que eu não vá ao México nem a passeio,sou muito efeminado e me falam que é um dos países mais violentos e machistas do mundo,na minha cabeça essas pessoas parecem estar falando de um pais africano ou do oriente médio,noto um certo preconceito contra o país,me falam que um um lugar cheio de golpistas,aproveitadores e de gente cruel,que usam uma falsa amabilidade e boas maneiras para aplicar todo tipo de golpe e levar vantagem,me dizem para tomar muito cuidado,quem é um dos piores lugares do mundo para uma mulher viver(falei que sou muito efeminado) dentre outras coisas terríveis.Diante de tantas histórias que chegaram a mim sobre o México,essa questão de clima e altitude parece secundária.Por isso só posso elogiar a iniciativa deste blog,pois as descrições aqui sobre o país parecem incomparavelmente mais realistas.iSAAC cARNEIRO vICTAL.

    ResponderExcluir