REGIÕES CDMX: Centro - Polanco

Polanco







Assim como Interloma, Santa Fé e Zona Esmeralda é onde a maioria das pessoas recomenda para moradia de estrangeiros, porque há uma grande concentracao dos mesmos. Mas na maioria a recomendaçao é feita no automático, sem considerar que apesar de estrangeiros cada um de nós tem seu estilo de vida que nao condiz necessariamente com algumas dessas regioes, sem falar no pode aquisitivo.





Polanco fica no centro da cidade, onde há junções com Norte/Sul, Poniente/Oriente, vias expressas / ou periféricos principais cruzam essa região, portanto deve ser a maior concentração de transito da cidade, a qualquer hora do dia ou da noite, de segunda a segunda. 



Vale lembrar que a Ciudad de Mexico é uma cidade muito bonita, portanto apesar de ser centro, estamos falando de edificios antigos, porém conservados, linda arquitetura, com estilo, é uma região linda. Há excelentes restaurantes, museus, comércios elegantes, edifícios charmosos. 




Na minha opinião o melhor centro médico da Ciudad de México está em Polanco, o Hospital Espanhol, com uma maternidade, um hospital infantil, equipamentos, pessoal e atendimento de 1º mundo, experiência de quem viveu semanas assustadoras com filho internado em estado grave. Esse hospital tem fácil acesso pelo Periférico Norte/Sul.



Ah, essa região é onde se sentem mais os terremotos na cidade, porque está localizada sobre uma terra arenosa, justamente sobre as ruinas da antiga civilização asteca. Os edifícios mais antigos não possuem tecnologia anti-sismo (uma espécie de molas na base que permitem que o edifício balance mas não caia).

Eu sugiro sempre Polanco para espíritos boêmios, jovens casais sem filhos, solteiros e principalmente, quem não se importe de andar a pé e não usar carro. O transito é impressionante, uma amiga que vivia aí levava 1 a 2h para fazer 2km de carro. Sim você encontra tudo a pé, supermercados, restaurantes, clinicas, livrarias, serviços em geral. Os edifícios são antigos e via de regra não possuem estrutura de lazer, salvo um e outro novo e extremamente caros.





Pessoalmente eu descartei Polanco para morar porque o estilo de vida do bairro não condiz com meu estilo de vida. Com um filho pequeno na época, não queria me deslocar pela cidade a pé, tanto pela questão da segurança, como porque eu sou o tipo de pessoa preguiçosa que pega o carro para ir a padaria. Ir a pé no mercado, carregando compras e carrinho de bebe, em ruas e calçadas ruins (para carrinho de bebe) não era minha visão de paraíso.





$$$$$$ - Região muito cara, charmosa, boemia, antiga. Serviços são caros, e novamente, se você não vai pagar e sim a empresa, considere, mas veja bem se tem o seu estilo de vida.


Está situada em uma zona mais baixa da cidade, portanto a temperatura é mais amena, não tão fria como Interlomas / Cuajimalpa.


Veja também:




Escrito por:




Brasileira radicada no México desde 2008, casada, 2 filhos, descobri o que era ser mãe 24h e dona de casa após vir para cá. Quase uma expert em mudanças após mudar 8 vezes em 7 anos, além de acumular experiências em tradução, aulas de português, corretagem de imóveis e assessoria para expatriados. Adoro escrever, conversar, fazer novos amigos, viajar. Me considero afortunada por viver no México, aprender a respeitar e conhecer essa bela cultura. Conhecer, adaptar-se, aprender, mudar, acostumar, respeitar, amar o diferente são algumas coisas que descobri nos últimos anos, além do fato que por mais perfeito que seja o plano tudo pode mudar de repente... 




Para quem busca serviços personalizados, tramites e asessoria no processo de expatriação ao México, além de todas as informações disponíveis no Blog oferecemos um serviço personalizado a suas necessidades:

http://fabianagiannotti.wixsite.com/mudandoparaomexico

Se gostou desse texto pode curtir nossa fanpage onde há muita interaçao e dicas interessantes:


https://www.facebook.com/viviendoenelmexicomagico/




Share:

0 comentários